No setor de TI, engenheiros(as) e especialistas estão constantemente se preparando contra uma violação de segurança em seu sistema. Qualquer situação desse tipo pode resultar na perda de dados e no encerramento de determinadas operações.

Uma auditoria de segurança em TI é uma forma de prevenir incidentes como crimes cibernéticos e outras brechas de segurança, além de avaliar com profundidade a infraestrutura de TI, aplicações, serviços, acessos e funções de pessoal de uma empresa.

Confira, neste artigo, como funciona esse processo e saiba como aplicá-lo na sua empresa!

O que é uma auditoria de segurança de TI?

Trata-se de uma avaliação sistemática da segurança do sistema de informações de uma empresa, medindo o quanto ele está em conformidade com um conjunto de critérios estabelecidos. Uma auditoria completa, normalmente, avalia a segurança da configuração da infraestrutura, do ambiente, dos sistemas, de softwares, dos processos de manipulação de informações e de práticas do(a) usuário(a).

Em suma, toda organização deve realizar auditorias de segurança de rotina para ampliar a proteção de dados e ativos.


Como a auditoria é realizada?

O processo de auditoria compreende desde a análise de configurações de sistemas operacionais, compartilhamentos de redes, aplicações, softwares, sistemas, processos, dados históricos, acessos e consciência dos usuários etc. A seguir, apresentamos uma lista de soluções de segurança comuns para você pensar durante esse processo.

Proteção de e-mail

Os ataques de phishing estão cada vez mais populares hoje em dia e mais difíceis de identificar. Uma vez clicado, um e-mail de phishing fornece várias opções para obter acesso aos seus dados por meio da instalação do software. Os filtros de spam ajudam, mas a identificação de e-mails como “interno” ou “externo” à sua rede também é altamente valiosa.

Segurança de senha e gerenciamento de acesso

As senhas são complicadas, porque precisam ser complexas e exclusivas para cada conta, além de terem uma validade, ou seja, necessitam de renovação de tempos em tempos. Invista em um gerenciador de senhas comerciais, elimine a reutilização de senhas, aprimore a complexidade delas e ative o compartilhamento seguro de senhas.

Como administrador(a), você também pode gerenciar quem tem acesso a quais senhas na organização, para garantir que contas confidenciais estejam disponíveis apenas para a equipe apropriada.

Backup de dados

Faça backup de seus dados de forma consistente e garanta que eles sejam seguros e separados em caso de ataque de malware ou físico aos seus servidores principais.

Atualizações de software

Manter todos(as) os(as) usuários(as) da sua rede com o software mais recente é inestimável para garantir seus pontos de acesso. Você pode impor atualizações de software manualmente ou pode usar um software específico para manter suas contas confidenciais bloqueadas para funcionários(as) cujo software não está atualizado.

Quando ela deve ser feita?

A segurança da informação não deve ser encarada apenas como um requisito para o departamento de TI da empresa: ela é responsabilidade de todos(as) os(as) funcionários(as). Porém, muitas empresas assumem que seus sistemas são plenamente seguros, mas isso é difícil de saber sem realizar auditorias aprofundadas regulares de sua segurança. Em geral, existem dois tipos de auditoria, que são realizadas com frequências distintas.

Auditoria de rotina

Uma auditoria de rotina é um método automático que as equipes de TI usam para executar atividades de auditoria. Ela é feita com mais frequência e de forma regular. A decisão sobre quando executar uma auditoria de rotina é da gerência de TI.

Você pode optar por executá-los mensalmente, trimestralmente ou semestralmente. No entanto, recomenda-se que, no mínimo, essas auditorias sejam realizadas duas vezes por ano.

Auditoria especial

Uma auditoria especial ocorre em uma organização sob uma determinada circunstância e usa tecnologia avançada para se concentrar em uma área específica, depois que um evento ocorre, como uma violação de dados.

Por fim, sua primeira auditoria de segurança em TI deve ser usada como base para todas as auditorias futuras — medir seu sucesso e falhas ao longo do tempo é a única maneira de avaliar verdadeiramente o desempenho. Ao continuar aprimorando seus métodos e processos, você criará uma atmosfera de análise de segurança consistente e terá sempre a melhor posição para proteger seus negócios contra qualquer tipo de ameaça à segurança.

Gostou do artigo e quer receber outros conteúdos sobre segurança da informação, diretamente no seu e-mail? Assine agora a nossa newsletter!