A cloud computing (computação em nuvem) é uma solução que vem ganhando cada vez mais adeptos no mundo corporativo. Grande parte dessa tendência é resultado da otimização operacional, redução de custos e segurança que ela gera para os negócios. Mas, você conhece essa tecnologia tão atrativa?

O que é cloud computing?

Cloud computing é uma estrutura virtual criada e mantida por um provedor e oferecida a clientes (pessoas físicas e jurídicas) como forma de serviços. Essas estruturas podem hospedar desde sites, bancos de dados, softwares e aplicações distintas, até mesmo aqueles serviços são críticos para as empresas, como um sistema de gestão.

Para isso funcionar, o provedor monta uma rede de servidores ou ilhas de servidores interligados em uma estrutura predial dedicada a essa finalidade, utiliza a internet para conexão e interligação entre os equipamentos e oferece os recursos computacionais de que o contratante necessita em formato de serviço. Tudo sob demanda.

Como essa tecnologia auxilia a empresa a vender mais?

Quando a empresa migra seus dados e sistemas para a nuvem, ela agrega mobilidade às tarefas. Isso significa que as vendas não precisam mais ser realizadas somente nas dependências dela. Basta ter um dispositivo móvel, como notebook, tablet ou smartphone em mãos e conexão com a internet para negociar e fechar vendas a distância.

Essa é uma boa oportunidade para expandir áreas de atuação, aumentar o número de clientes atendidos por dia e, claro, oferecer maior conveniência a eles. Com a cloud computing, a empresa pode entregar um atendimento móvel, levando dados e informações relevantes para os clientes, proporcionadas pela mobilidade dos sistemas. Essa tecnologia também ajuda a melhorar a imagem do negócio e proporcionar mais valor para o cliente na hora da decisão.

A cloud computing apresenta outros benefícios?

Além de ajudar a empresa a aumentar o seu volume de vendas, a cloud computing contribui de outras formas.

Gera economia em larga escala

Ao contar com a nuvem, a empresa não precisa mais investir pesado na aquisição, instalação, manutenção e atualização de servidores e outros equipamentos para manter os sistemas no ar. O orçamento de TI pode ficar mais enxuto e melhorar o retorno do investimento (ROI), aumentando a lucratividade do negócio.



Aumenta a segurança

Na nuvem, a empresa passa a contar com recursos avançados de segurança, atributos de uma infraestrutura de alto nível, onerosa e complexa, adotada somente por grandes empresas ou por aquelas cuja atividade fim contempla esse tipo de operação, como um provedor de nuvem. Fatores como autenticação de logins e senhas de acesso, criptografia de dados, backups frequentes e com retenções eficientes, recuperação de dados perdidos ou danificados dentre outros. Além disso, a estrutura conta com servidores e redes redundantes para garantir alto desempenho para os sistemas.

Otimiza os processos

A cloud computing dá a chance de as empresas inovarem, desconstruindo processos defasados e redefinindo novos métodos de trabalho, dessa vez mais eficientes. Isso porque as tarefas realizadas para manter uma infraestrutura de TI internamente com o desempenho que o negócio requer é algo complexo e trabalhoso, que demanda recursos financeiros, humanos e custa muito tempo. Ao optar por diminuir a complexidade de gestão da infraestrutura e direcionar a equipe de TI para o negócio, as empresas podem lançar mão de um arsenal tecnológico totalmente alinhado à sua atividade central.

Agrega mobilidade

Não importa onde está e nem o horário. Se tiver um dispositivo com conexão de internet nas mãos pode realizar suas tarefas acessando o ambiente online construído exclusivamente para a empresa. O aumento da produtividade é uma das principais consequências da mobilidade.

O que esperar da cloud computing para o futuro?

A cloud computing é uma tecnologia que deu muito certo e, agora, os projetistas olham além, visando o que pode ser melhorado. Entre as inovações que devem ser agregadas aos serviços, podemos citar:

• estruturas no formato de SaaS (Software as a Service), PaaS (Platforma as a Service) e IaaS (Infrastructure as a Service) levando muitas empresas a operarem totalmente online;

• o uso de machine learning e deep learning para agregar maior inteligência artificial e potencializar a automação dos processos de monitoramento e controle;

• o reforço da segurança com o uso de reconhecimento facial e de retina para acessar os ambientes privados.

A cloud computing possibilita ao varejo inovar, atingir maiores níveis de agilidade e modernizar suas estruturas de funcionamento. Isso faz dela uma estratégia que não pode ser ignorada quando o assunto é obter força competitiva.

Gostou da novidade? Assine a nossa newsletter agora mesmo e receba mais informações sobre o assunto diretamente em seu e-mail!