O Administrador de Banco de Dados (DataBase Administrator — DBA) é responsável por instalar, configurar, gerenciar, atualizar e monitorar o banco de dados de uma empresa. A contratação de um profissional capacitado — ou de um serviço de outsourcing — pode trazer uma série de vantagens para a organização.

Entretanto, é natural ter dúvidas sobre o impacto do trabalho desse profissional na companhia. Pensando nisso, criamos este post para mostrar os quatro principais benefícios do DBA para o negócio. Confira!

1. Otimização de recursos

O mercado competitivo atual transformou o uso eficiente da tecnologia em um importante diferencial para os negócios. Por isso, ter um DBA na equipe de tecnologia da informação (TI) garante a otimização do desempenho do banco de dados da empresa. Na prática, isso significa ganhos de velocidade e disponibilidade, entre outros.

Não basta querer usar as informações coletadas para tomar decisões — é preciso garantir que elas possam ser acessadas com a velocidade adequada, o tempo todo e com integridade. Para isso, é preciso que essa prática seja adotada com inteligência de negócios (business intelligence — BI).

Afinal, o uso eficiente de um banco de dados não garante a assertividade das decisões, mas constitui a matéria-prima que sustenta essa estratégia. Com informações disponíveis e confiáveis, você já dá o primeiro passo.

2. Suporte e monitoramento

O suporte é uma atividade fundamental para garantir o funcionamento do banco de dados. Entretanto, com um DBA para executar as rotinas no sistema, os benefícios vão além, pois ele atua com foco no desempenho.

Em outras palavras, é possível criar condições de crescimento estruturado dos dados. O monitoramento é uma prática estratégica que funciona como manutenção preventiva do sistema. Isso evita a instabilidade e dá mais controle sobre a infraestrutura.

Interromper operações críticas por uma parada do banco de dados, por exemplo, custa caro e, ainda assim, é comum. Por isso, monitorar e agir preventivamente favorece a continuidade dos negócios.

Por que focar em monitoramento da segurança de dados?

3. Desenvolvimento contínuo do banco de dados

A presença de um DBA favorece o desempenho e a evolução do banco de dados. Um bom trabalho de gestão desse sistema requer atualizações constantes, devido as novas tecnologias liberadas pelos fabricantes com certa frequência. Isso significa, por exemplo, que os DBAs devem adquirir novas certificações para lidar com tecnologias inovadoras e implementá-las na empresa.

Além de melhorar o desempenho, essa dinâmica também faz com que o profissional realize revisões constantes, o que resulta na melhoria contínua, não só no banco de dados, mas em toda a infraestrutura.


4. Aumento da segurança

É essencial ter em mente que o DBA não é um profissional especializado em segurança da informação. Entretanto, ele pode identificar pontos a serem melhorados e, em parceria com o gestor de TI ou o responsável pela segurança, adotar medidas estratégicas.

Otimizar os processos de backup, por exemplo, ajuda a garantir a estabilidade do sistema. Ajudar na elaboração de um plano de recuperação de desastres é outra forma de fortalecer a integridade do banco de dados — e, assim, evitar que ele seja corrompido ou danificado em um incidente qualquer.

Os reflexos podem ser vistos em todos os departamentos. Se você quer saber como um Administrador de Banco de Dados pode beneficiar sua empresa, entre em contato com a gente e fale com quem mais entende do assunto!

Leia também: