Você sabe por que as empresas devem adotar o backup na nuvem? Muitos(as) gestores(as) de TI só param para analisar esse tipo de serviço quando se deparam com uma situação em que os dados corporativos estão ameaçados ou já comprometidos.

Uma maneira de começar a refletir sobre a importância do backup na nuvem é responder a essas perguntas: quanto tempo você levaria para recuperar dados corporativos, caso a empresa sofresse um ataque cibernético? Que prejuízos o negócio teria se alguns arquivos fossem perdidos por erros do(a) usuário(a)?

Para ajudar você a entender por que cada vez mais empresas têm investido no backup na nuvem, nós preparamos este artigo. Continue lendo para ver o que é isso em detalhes e também para saber como implementar uma estratégia, além de que pontos você deve prestar atenção ao fazer essa implementação!

O que é backup na nuvem?

Também chamado de backup online, o backup na nuvem é um entre os diversos serviços sob o guarda-chuva da computação em nuvem. Por meio dele, os recursos que são usados para executar algum tipo de tarefa — como criar, editar, gerenciar e restaurar dados e/ou aplicações — são gravados remotamente na internet, garantindo que as informações não sejam perdidas.

Na prática, o backup na nuvem permite que sua organização envie uma cópia dos dados do seu ambiente para a nuvem. Dessa forma, se os dados forem comprometidos, você poderá restaurar as informações, garantir a continuidade dos negócios e se defender contra as devastadoras crises de TI.

Além da proteção contra perda de dados ou vírus, muitas empresas precisam proteger seus dados para atender aos padrões ou regulamentações do setor, e utilizar a nuvem para isso faz todo sentido. Não fazer isso pode resultar em multas caras.

Essa preocupação está crescendo no Brasil depois da aprovação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Esse conjunto de normativas obriga organizações públicas e privadas a cumprir padrões de segurança para impedir roubos, vazamentos e venda ilegal de informações digitais e eletrônicas.

Ao contratar um bom serviço de backup na nuvem, sua empresa pode otimizar parte dos seus investimentos em infraestrutura de TI local. Isso porque é o provedor de serviços de nuvem que se encarrega realizar e armazenar os backups em seu próprio ambiente, configurando essa operação de maneira totalmente personalizada para o cliente, levando em consideração o tipo e a janela mais apropriados, e garantindo a rotina e o armazenamento adequado dos dados. Os detalhes de como isso vai acontecer rotineiramente são definidos em um contrato entre o seu negócio e a empresa provedora do serviço.


Por que as empresas devem adotar o backup na nuvem?

A proteção de dados é um dos maiores desafios das organizações, atualmente. Para muitas das pequenas e médias, por exemplo, fazer backup usando armazenamento de conexão direta ainda é uma preferência. São poucos os negócios de pequeno e médio porte que têm como estratégia a migração para a nuvem.

Mas essa mentalidade precisa mudar, uma vez que os riscos relacionados aos dados corporativos não param de crescer. Ao mesmo tempo, cada dia mais, os negócios são definidos pelo grau de estratégia com que lidam com seus dados e informações.

Como o uso da nuvem ajuda na escalabilidade da sua empresa?

Backup na nuvem e os ataques cibernéticos

Se olharmos somente para a questão da segurança da informação, vemos claramente a importância do backup na nuvem. De acordo com o relatório Midyear Security Roundup, ataques de sequestro de dados, do tipo Ransonware, ainda constituem uma grande ameaça.

Outra estimativa, dessa vez trazida pela Fortinet, aponta que, em 2019, foram realizados 15 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos no geral. Eles ocorrem de várias maneiras, sendo que vírus do tipo Trojan, ou “cavalo de troia”, são os mais frequentes. Infelizmente, quando o assunto são ataques cibernéticos, os gestores de TI devem se permitir pensar que não se trata mais de “se vai acontecer comigo”, mas de quando.

Devido ao nível crescente de sofisticação dos ataques, as companhias não devem pensar somente em prevenção, mas também em como remediar, ou seja, dispor de mais de um plano, sendo o “A” de prevenção.

As empresas que contam com uma estratégia de backup na nuvem bem estruturada podem recuperar seus dados com maior facilidade se o pior vier a acontecer, seja ele através de uma falha humana, técnica ou mesmo um ataque.

Ataques ransomware: uma questão que assombra as empresas

Mantém a segurança no volume de dados 

Acontece que, em um contexto de transformação digital, o backup na nuvem é primordial. Nesse movimento em que negócios de todos os tamanhos e portes têm investido em soluções inovadoras para ganhar diferenciação no mercado, aprimorar processos, reduzir custos, entre outras vantagens, essa prática ganha cada vez mais relevância.

As empresas que têm o backup na nuvem como estratégia também reduzem riscos de prejuízos financeiros e de imagem, caso algo aconteça com seus arquivos e documentos. Afinal, tudo estará disponível no datacenter do provedor de cloud computing e poderá ser recuperado.

Como funciona o backup na nuvem?

O backup na nuvem é usado, principalmente, nos dados das organizações por meio de uma plataforma de armazenamento externa e remota. Ele funciona quando um provedor aloca o armazenamento em nuvem, que é acessível globalmente pela Internet ou software especializado, por meio de uma interface de usuário — ou API (Application Programming Interface) de fornecedor criada especificamente.

O armazenamento de backup na nuvem pode ser usado para guardar e fazer cópias de segurança de praticamente todos os tipos de dados ou aplicativos. Ao contrário das técnicas tradicionais, ele é altamente flexível e escalável. Ou seja, pode ser aumentado ou diminuído, conforme as necessidades da empresa.

Também podemos dizer que o backup na nuvem é um serviço em que toda a infraestrutura e o suporte técnico são gerenciados completamente pela empresa fornecedora. Além de entregar cópias de segurança dos dados, o provedor também pode combinar esse serviço com soluções de recuperação de desastre e fornecer uma instância exata de um servidor, desktop ou sistema inteiro.

Saiba a diferença: backup em nuvem e armazenamento em nuvem

Como implementar uma estratégia de backup na nuvem? 

Assim como os demais serviços de cloud computing, o backup na nuvem precisa ser visto pelas empresas como uma estratégia. Ele tem que ser sistematizado, abranger a estratégia de proteção de dados e estar em alinhamento com os esforços de evolução do negócio. Dessa forma, é possível firmar parceria com um provedor que atenderá às demandas de cada organização, conforme suas especificidades.

E, afinal, como fazer isso? Para descobrir, confira quais são os passos iniciais para implementar essa estratégia.

Mapeie e classifique os dados

Primeiramente, é preciso mapear e avaliar os dados, classificando-os de maneira a identificar quais são altamente confidenciais e quais são sensíveis, por exemplo. Além disso, é necessário pensar em qual o ciclo de vida de cada um desses dados, separando-os por categorias. Entender onde eles estão, através de quais caminhos podem ser acessados e quem são as pessoas que podem acessa-los e altera-los. Assim, é possível saber as aplicações e informações que merecem cópias de segurança, com que periodicidade, entre outras coisas.

Avalie o espaço necessário

A classificação dos dados também ajuda a definir qual será o espaço de armazenamento necessário para as cópias de segurança. Tanto esse quesito quanto o anterior podem ser realizados em conjunto com uma parceria especializada.

A boa notícia é que a computação em nuvem permite ampliar ou reduzir o espaço sempre que necessário. Ou seja, se houver um pico de produção ou captação de informações, basta contatar a empresa fornecedora para garantir que mais cópias de segurança sejam realizadas e devidamente armazenadas.

Escolha o serviço de backup na nuvem

Em seguida, é importante avaliar os diversos serviços de backup na nuvem disponíveis no mercado, considerando as reais necessidades da empresa em diversos aspectos.

É interessante saber, por exemplo, se é preciso sincronizar os arquivos ou somente armazená-los, se é importante guardar as informações localmente ou somente na nuvem, entre outras questões. Também é recomendado verificar se a dinâmica de trabalho da sua empresa requer atuação em conjunto — entre departamentos, filiais e parceiros de negócio — nas cópias de segurança.

Contrate um provedor confiável

O passo seguinte é buscar um provedor que forneça o serviço de backup na nuvem que atenda às necessidades da empresa — essa avaliação deve ir além da técnica. É importante verificar como o serviço é prestado, como o suporte é realizado e de que maneira é possível contatar a equipe.

Uma boa maneira de não errar na escolha é conversar com empresários(as) ou gestores(as) de TI que já são clientes do provedor que você está avaliando. Esse benchmarking permite ir além do discurso comercial, observar, na prática, se o que é prometido realmente é entregue.

Conheça a CCM Tecnologia

Treine os(as) colaboradores(as)

Com a empresa fornecedora contratada e o serviço devidamente configurado, também é fundamental treinar os(as) colaboradores(as). Tanto o time de TI da empresa quanto os(as) demais usuários(as) devem ter em mente de que maneira precisam agir para aproveitar o backup na nuvem e quais são os erros que não podem cometer.

Como você viu, o backup na nuvem oferece inúmeras vantagens, sendo indispensável para as empresas que querem ampliar a segurança de suas informações e organizar seus dados para que eles estejam sempre disponíveis e confiáveis.

Com esse serviço, o acesso remoto às cópias de segurança traz a tranquilidade de que, mesmo que algo aconteça — uma ameaça externa ou um erro interno —, sempre será possível recuperar arquivos e dados fundamentais para manter a operação e a estratégia do negócio a salvo.

Essa modalidade é o que há de mais moderno em matéria de estratégia de proteção e recuperação de dados. Empresas em transformação digital devem prestar atenção a esse serviço, especialmente aquelas que já entenderam que seus dados são ativos importantes para os negócios.

Para gestores(as) de TI, o backup na nuvem é um salto em suas estratégias. Em vez de se preocupar com as crescentes ameaças e investir milhares de reais em infraestrutura interna, a melhor escolha é investir em um serviço de nuvem confiável.

Você está preparado(a) para avaliar e implementar um serviço de backup na nuvem? Entre em contato conosco agora e veja como podemos ajudar nessa tarefa!