A computação em nuvem deixou de ser uma tendência e já fazer parte do processo de gestão de muitas empresas. Os gestores de TI devem estar preparados para esse novo momento, visando uma migração, administração e segurança dos dados mais otimizada e com foco nessa nova solução.

Mais do que uma mudança de padrão, a adoção do cloud computing promove um salto de qualidade, oferecendo uma mudança cultural na forma de trabalhar em equipe e tornando a gestão de TI mais inovadora, com mais agilidade e oferecendo maiores possibilidades para a escalabilidade e mobilidade. 

Quer descobrir na prática quais são as facilidades que o cloud computing traz para a área de TI? Continue a leitura deste post e confira! 

1. Possibilita um gestão mais analítica 

Com a explosão de dados produzidos nas empresas, não só pelos funcionários, mas também pelas tecnologias — como a internet das coisas —, cresce a demanda por sistemas capazes de estruturá-los e processá-los.

Essa gama de informações, aliada às tecnologias da computação em nuvem, permite aos gestores uma maior capacidade de avaliação das métricas relacionadas à gestão de TI, para que possam ser tomadas decisões mais embasadas. 

2. Melhora o armazenamento e a gestão de dados 

Quando trabalham com servidores dedicados, as empresas não têm controle de escala e nem sempre utilizam a capacidade total de sua infraestrutura. Porém, os gastos com manutenção e energia continuam.

O armazenamento na nuvem abre a possibilidade para um controle maior da capacidade de armazenamento, pois o(a) gestor(a) poderá reduzir ou aumentar a capacidade de acordo com a demanda, de forma intuitiva e rápida.  

Além disso, a empresa poderá otimizar o espaço físico, reduzindo custos com equipamentos e energia, e colocar a equipe de TI para fazer trabalhos mais específicos em prol do núcleo da empresa. 

3. Proporciona mais mobilidade e disponibilidade 

Com a infraestrutura hospedada em nuvem, abre-se a possibilidade para uma maior mobilidade e disponibilidade para a equipe de TI fazer o monitoramento do sistema, sem a necessidade de estar em uma estação de trabalho fixa.

Isso, além de aumentar a produtividade da equipe, que poderá acessar o sistema em qualquer dispositivo autorizado, permite que os problemas sejam solucionados no momento em que aconteçam, de forma remota, fazendo um trabalho proativo e evitando paradas e gargalos para a empresa. 

4. Promove a otimização de investimentos 

Não é segredo pra ninguém que o investimento em um serviço de computação na nuvem ajuda na redução de custos com manutenção, troca de equipamentos, licenças e energia.

Esse fator contribui para que a empresa consiga manter uma previsibilidade em relação aos investimentos em TI, já que poderá fazer projeções de crescimento e basear os custos nos valores que o seu provedor disponibilizar. 

5. Flexibiliza a infraestrutura 

Aqui temos outro benefício que causa impacto direto no orçamento, pois muitas empresas trabalham com produtividade sazonal.

Com o cloud computing, fica bem mais simples adaptar a infraestrutura para a demanda do momento, sem a obrigatoriedade de aquisição de novos equipamentos ou mudanças estruturais — apenas mudando de plano em seu provedor. 

6. Oferece a opção de multiclouds 

Com a computação em nuvem, a empresa poderá adotar a opção da arquitetura multiclouds — que vai além dos modelos tradicionais de nuvem pública, privada e mista. Nesse padrão, poderão ser integradas múltiplas nuvens, para atender às demandas da empresa e evitando que ela fique presa a um único provedor.

7. Traz ganhos de produtividade para a TI

Em um modelo tradicional, toda a infraestrutura é mantida por uma equipe interna, que faz o trabalho de manutenção, atualizações e suporte da infraestrutura de TI. Todas essas operações geram algum impacto na produtividade, visto que, em alguns casos, como na atualização de equipamentos, o sistema poderá ficar inativo por algum tempo.

Com a computação em nuvem, a infraestrutura é administrada pela empresa contratada e toda a gestão e atualização dos equipamentos fica por conta da provedora, sem que isso impacte a empresa internamente. 

Com o provedor cuidando da parte de infraestrutura, a equipe de TI poderá se dedicar a outras tarefas mais estratégicas para o crescimento da empresa. 

8. Oferece um novo desafio à gestão de TI

Ao contratar um provedor de nuvem publica, os serviços de suporte e atualizações ficarão por conta da empresa contratada — lembrando que dentro do ambiente do cliente, onde estão os sues sistemas operacionais, a atualização é competência do contratante.

Caberá à equipe interna garantir a disponibilidade de conexão — primordial para os processos funcionarem — e da segurança da informação. Afinal de contas, são os usuários que acessam, inserem, modificam e excluem dados, e cabe à gestão de TI gerir essas autorizações. 

A segurança dos dados, ao contrário do que muitos acreditam, não é exclusividade do provedor da nuvem, mas um trabalho em conjunto entre as duas parte — contratante e empresa contratada. 

Por isso, a gestão de TI interna da empresa precisa ter um controle rígido sobre os níveis de acesso à interface da infraestrutura, fornecendo as chaves de acordo com a necessidade de cada profissional, para que eles acessem somente os dados necessários ao seu trabalho. 

Além disso, é do(a) gestor(a) de TI a responsabilidade de garantir a conectividade entre todos os setores da empresa — filiais, parceiros, departamento etc. —, para que todos tenham acesso à infraestrutura hospedada na nuvem. 

É importante que o(a) gestor(a) e sua equipe estejam abertos para esse novo momento, aproveitando todos os benefícios e facilidades que essa tecnologia oferece para a gestão. É necessário que haja um rompimento com o modelo tradicional, lançando mão de ferramentas de automação de backups e segurança, por exemplo. 

Como vimos, o cloud computing oferece uma gama de benefícios para a gestão de TI. Para que seja tirado o melhor proveito, é necessário enxergar o provedor não apenas como um prestador de serviços, mas como um parceiro que contribui para que a infraestrutura esteja 100% alinhada com o core business da empresa. 

Gostou deste post? Então, aproveite para entrar em contato conosco e conheça as facilidades que o cloud computing pode trazer para a sua gestão de TI!