As vantagens de construir um ambiente em nuvem são muitas e elas já são conhecidas por boa parte das pessoas. Tanto que, segundo o State of the Cloud Report, um estudo global publicado recentemente, 69% das empresas já utilizam algum tipo de serviço de nuvem.

Contudo, nem todas as organizações têm uma estratégia bem definida para aproveitar ao máximo os benefícios da computação em nuvem. Ainda há muito o que avançar no sentido de maximizar resultados em ambientes virtualizados.

Vamos ajudar você a refletir sobre isso ao longo deste artigo. Continue lendo para entender o que é um ambiente em nuvem, que vantagens ele oferece e qual o melhor momento para implementá-lo em seu negócio!


O que é um ambiente em nuvem?

Quando falamos em ambiente em nuvem, estamos nos referindo a uma organização que usa a computação em nuvem como infraestrutura que suporta sua operação. Em vez de instalar softwares ou armazenar dados em sua infraestrutura interna, a empresa opta por uma estratégia de virtualização total ou, ao menos, em algumas atividades de missão crítica, ou seja, que atendem a operação do negócio.

A criação desse ambiente pode se dar com nuvens privadas, públicas ou híbridas. Cada empresa, de acordo com suas necessidades e seus objetivos estratégicos, vai determinar como será seu ambiente em nuvem.

A nuvem privada refere-se à criação de uma nuvem própria, que fornece serviços a todo o ecossistema da organização. No caso da nuvem pública, usa-se uma infraestrutura de ponta, que é compartilhada com outras organizações (com total garantia de segurança, pois cada qual tem suas instâncias de acesso e controle), o que garante acesso à essas tecnologia por um custo acessível. Já o modelo híbrido, como o próprio nome sugere, é uma mescla das duas abordagens anteriores.

Quais são as vantagens do ambiente em nuvem?

Por que cada vez mais empresas optam pela criação de um ambiente em nuvem? Confira, a seguir, um detalhamento dos principais benefícios dessa estratégia.


1. Redução e controle de custos

Ao configurar um ambiente tradicional de TI, a infraestrutura precisa ser comprada com antecedência. Os equipamentos, por exemplo, geralmente são comprados como parte do orçamento de capital da organização.

Em um ambiente em nuvem, não é preciso se preocupar com a infraestrutura, pois ela é de responsabilidade do provedor. Assim, a empresa paga apenas pelo serviço. O ambiente em nuvem também torna mais fácil a mensuração de resultados, uma vez que as plataformas virtuais fornecem estimativas de uso e outras métricas de gerenciamento.

Como otimizar os custos da infraestrutura de TI

2. Serviços mais adaptáveis

A flexibilidade trazida pela nuvem ajuda as empresas a adaptarem melhor os serviços de tecnologia a suas realidades. Para negócios em crescimento, isso é fundamental, uma vez que as capacidades de TI precisam ser alteradas de tempos em tempos, conforme o avanço dos negócios (inserção de novos usuários, desenvolvimento de novas funcionalidades, aumento da capacidade de armazenamento etc.).

3. Acesso a dados internos

Empresas em transformação digital sabem o quanto é importante controlar seus dados e ter uma gestão mais orientada por eles. Um ambiente em nuvem é ideal para produzir, captar, armazenar e analisar dados, devido a mobilidade e flexibilidade que ele proporciona.

Além disso, a segurança da informação é reforçada, pois os provedores de serviços de nuvem seguem boas práticas internacionais e se responsabilizam por uma parte importante desse processo. Uma estratégia de backup, por exemplo, é muito mais eficiente na nuvem.

Qual a importância do backup na nuvem?

4. Foco em ações mais estratégicas

Tudo isso é coroado com a liberdade que o time interno de TI tem para se concentrar em uma atuação mais analítica e propositiva, menos operacional. Sem se preocupar com a operação da infraestrutura, sobra tempo para inovar e entregar soluções de negócios.

Da mesma maneira, a capacidade tecnológica da empresa é ampliada em um ambiente em nuvem. Isso a coloca mais a par dos novos tempos, pavimenta o caminho para a inovação e fortalece a competitividade.

Como você viu, são diversas as vantagens de se construir um ambiente em nuvem. Para finalizar, pontuamos que é necessário avaliar a maturidade da empresa para migrar do tradicional para a nuvem, além de buscar ferramentas e serviços confiáveis.

Você está preparado para construir um ambiente em nuvem? Confira, agora, o que avaliar para colocar os dados corporativos na nuvem!

Leia também: