Os dados gerados por uma empresa são um dos seus principais ativos, e nunca se gerou tanta informação como nos últimos tempos. Estima-se que a quantidade de dados criada pela humanidade nos últimos 2 anos seja maior que o volume total produzido em toda a história no período anterior a isso. A quantidade de dados armazenados atualmente é de aproximadamente 4,4 zettabyetes. Com esse volume e velocidade de crescimento é super importante contar com a experiência de um administrador de banco de dados (DBA).

Aliás, engana-se quem pensa que apenas grandes organizações devem preocupar-se com esse tipo de coisa. À medida que os negócios crescem e se desenvolvem, a massa de dados gerada também aumenta. Portanto, as pequenas e médias empresas que querem contar com um crescimento saudável devem preparar-se para o aumento no fluxo de dados desde o início. Logo, a escolha correta da consultoria em banco de dados é fundamental.

O que é uma Consultoria de Banco de Dados e suas vantagens.

Confira o artigo e veja o que levar em consideração na hora da contratação de uma empresa especialista para cuidar do seu DBA.

4 benefícios do DBA para o seu negócio.

Qual é a importância de contar com uma consultoria de banco de dados?

Todos os dados gerados por uma empresa podem ser considerados como ativos de informação que contam com algum valor financeiro. É justamente por isso que os ciberataques não param de crescer, sendo que pesquisas recentes indicam que o Brasil é um dos principais destinatários desse tipo de crime. Você poderá ter mais informações em nosso conteúdo sobre cibersegurança, porém agora o mais interessante a saber é que atacantes miram seus dados pois com eles você tem um negócio, porém sem eles você pode ir a falência. As pequenas e médias empresas são um dos alvos preferidos dos criminosos devido a suas vulnerabilidades e menor investimento.

Por isso, é importante contar com a presença de um DBA especializado que faça uso das melhores práticas e proteja o banco de dados do seu negócio, em todas as etapas seguintes:

  • instalação;
  • configuração;
  • gerenciamento;
  • atualização;
  • monitoramento.

Ou seja, o administrador fará uso de toda a sua experiência para levar as melhores práticas, tecnologias e sistemas a todos os processos que o seu banco de dados precisar passar. Isso garante os seguintes benefícios:

  • otimização de recursos, ou seja, o seu negócio contará com dados mais acessíveis e com mais velocidade; isso significa maior retorno sobre os investimentos feitos. Ter e manter um banco de dados pode sair bem caro, portanto é muito bom ter alguém trabalhando ativamente para balancear a equação. 
  • monitoramento constante que garante a manutenção preventiva do sistema, antecipando-se a possíveis problemas; isso lhe garante maior confiabilidade e disponibilidade dos dados. Isso significa que você terá acesso quando, onde precisar aos seus sistemas. 
  • desenvolvimento contínuo do banco de dados que reflete na melhoria da infraestrutura de TI como um todo; ou seja, não adianta só monitorar, tem que fazer as melhorias. Uma analogia seria com um carro. O monitoramento pode lhe informar um vazamento de óleo do motor, mas se você apenas ficar completando o volume não resolverá o problema.
  • atuação em conjunto com o gestor de TI com o objetivo de aumentar a segurança do sistema e a proteção dos dados. O maior inimigo à segurança real e o sentimento de segurança! Quando você pensa que tem tudo sobre controle é exatamente o momento que um ataque lhe causará maiores dano e prejuízo.

Em suma, se sua empresa fosse um foguete, os dados seriam o combustível que irá gerar a propulsão necessária para ir mais alto. Se não cuidar, os dados poderão vazar, serem alterados, misturados, adulterados, ou mesmo perdidos, gerando desastres de proporções catastróficas e implicações negativas para marca, empresa, fornecedores, perder clientes e credibilidade no mercado.


O que levar em consideração ao contratar um DBA?

Bem, agora que você já entendeu a importância de contar com um administrador de banco de dados para a sua empresa, chegou a hora de conhecer os pontos importantes que devem ser considerados antes da contratação de uma consultoria. Sendo assim, listamos nos tópicos seguintes as principais características que devem ser buscadas em um DBA. Primeiramente os tópicos mais genéricos e abstratos, em seguida como sempre oferecemos, os tópicos mais práticos e palpáveis para lhe servir como base de comparação entre as várias ofertas presentes no mercado.

Experiência no mercado

Ao fazer uma pesquisa pelas empresas de TI que ofereçam o serviço de DBA, não deixe de levar em consideração a experiência que elas têm no mercado. E não estamos apenas falando de tempo de existência, mas sim de colher informações sobre seus clientes, conhecer cases de sucesso, pois o número de clientes que ela atender poderão ter lhe gerado maior quantidade de ocorrências, que, por sua vez geram aprendizado. Um método que usamos para escolher para medir a experiência de mercado de uma empresa é o produto de dois fatores: tempo x quantidade de clientes. Esse é um método simples, porém eficaz de deixar mais palpável uma ideia abstrata.

Experiência de Mercado = Tempo de existência x Número de clientes

Qualidade no suporte

Uma das responsabilidades do DBA é a resposta rápida e eficaz em casos de emergência, como paradas, lentidão que afeta a produção, perda de dados, entre outras questões. 

Qual é o prazo para atendimento que eles dão? Quais são os canais para contatar o profissional de responsável? Há algum plantonista disponível? A empresa conta com políticas de disaster recovery e backup? Lembre-se de que você precisa sentir-se confortável de que a consultoria conseguirá suprir as dores do seu negócio.

Qualidade dos profissionais

Os profissionais são importantes ativos de qualquer empresa, e não é diferente com a consultoria em banco de dados. Portanto, busque informações a respeito de quem fará o atendimento ao seu negócio, como quanto de tempo de experiência e quais são as certificações que ele possui. Qual o programa de capacitação que a empresa emprega para os seus colaboradores pode ser um bom ponto de partida. Não só a quantidade de certificações, mas os níveis delas. Eis algumas dos principais bancos de mercados hoje, em nenhuma ordem particular, que podem servir de referência:

  • Microsoft: MCSA, MCP
  • Oracle: OCA, OCP, OCE

Análise do contrato

Por fim, mas não menos importante, é a análise minuciosa do contrato. É necessário ter definido nesse documento as seguintes informações:

  • duração da consultoria e como ela acontecerá – se será eventual, se acontecerá remotamente, entre outras informações necessárias;
  • direitos e deveres, tanto da empresa contratada quanto da contratante;
  • identificação de multa no caso de rescisão contratual injustificada;
  • descrição detalhada do serviço que será prestado e o valor acordado;
  • identificação de faltas contratuais por parte da empresa contratada que justifiquem a rescisão contratual sem multa.

É essencial contar com uma assessoria jurídica de confiança no momento da assinatura do contrato para que a sua empresa fique devidamente segura. Além disso, uma boa pesquisa e cautela no momento da contratação do DBA são fatores importantes para a realização de uma escolha acertada.

Análise pragmática dos itens de serviço

Para deixarmos mais palpável para você entender quais critérios são relevantes no momento de entender qual oferta de DBA está mais adequada a sua necessidade listamos abaixo alguns itens práticos que merecem sua atenção:

Olhe para dentro de casa! O primeiro ponto que você precisa saber para contratar uma consultoria DBA é saber o que você tem e o que precisa.

Levantamento técnico:

Essas informações são também as primeiras que toda consultoria irá lhe pedir.

-  Qual o seu banco de dados
-  Qual a configuração de hardware do banco;
-  Qual a quantidade de banco, bases e instâncias de dados que possui;
-  Qual o tamanho da sua base de dados;
-  Banco em Nuvem ou Local;
-  Qual nuvem;
-  Possui contingência/DR;
-  Estão em cluster;
-  Como é feito o backup;
-  Quantidade de sistemas;
-  Quantidade de usuários simultâneos logados;
-  Tem problema de performance;
-  Já foi feito algum monitoramento;
-  Teve alguma consultoria DBA no passado.

Se você não possui todas as informações acima não se desespere, pois uma boa consultoria poderá levantá-las em um acesso assistido.

Análise de parceiros

Feita a análise preliminar agora é a vez de escolher um parceiro para essa jornada. 

Assim como os profissionais são distintos, cada método de trabalho também será. Isso significa que em uma pesquisa você se deparará com várias metodologias de atendimento, serviços básicos, complementares, tão diferentes entre si quanto as empresas e profissionais que irão prestar o serviço. Por isso preparamos alguns pontos básicos de atenção que deve se concentrar para poder comparar o que eles estão lhe oferecendo.

Conheça a CCM Tecnologia.

Suporte x Projeto

Por exemplo, você precisa instalar um novo (ou reinstalar o velho) banco de dados. Isso é um projeto ou implantação. Feito esse serviço então é entregue para o suporte, que tem como missão sustentar esse ambiente homologado. Porém, se você precisa criar uma nova base no seu banco, ou mesmo criar uma replicação, isso é outro projeto e não será atendido pelo suporte, na maioria das vezes.

Essa é uma distinção importante e evita muitas confusões. Organizada dessa forma a prestação de serviço pode lhe fazer recomendações de melhoria do ambiente e separar exatamente o que é de responsabilidade de cada um. Isso dá transparência e confiabilidade a todo processo. 

Monitoramentos passivo e ativo

Monitoramento passivo é aquele realizado por robôs ou softwares que irão gerar alertas informando se algo está fora de conformidade. Ativo é o realizado por pessoas que irão analisar os dados de performance, integridade, segurança e propor alterações para melhoria do ambiente em geral. Entre os itens a serem monitorados tanto passiva quanto ativamente recomendamos:

Sessões (tempo), Lock, Logs, Backup (tanto se foi feito, quanto a integridade), tempdb, archieve, tamanho do banco, uso de processamento, ram da máquina, tamanho e IO de disco.

Checagem de estruturas física e lógica do banco de dados

Checagem ativa dos logs, tabelas e integridade geral da construção do banco de dados.

Checagem e auditoria para segurança de acesso

Quem tem acesso ao banco de dados, quais as permissões, quantas vezes foi acessado. Invasores podem se passar por usuários legítimos, ou usar credenciais de usuários reais para criar o seu. A checagem periódica ajuda a prevenir isso.


Análise de desempenho e tunning preventivo

Analisar, checar e se necessário reparar os problemas que podem surgir no banco de dados e estão afetando sua performance, tais como, mas não apenas, identificação das Queries mais onerosas.

Custo da hora de atendimento

A maioria dos prestadores de serviço de DBA trabalham em um regime de contratação de horas, porém o que parece barato pode sair muito caro. Além do valor de hora de contratação é necessário analisar qual o horário de atendimento de chamados e o custo dessas horas fora desse período. Algumas empresas oferecem contratos 24x7, ou seja, 24 horas por dia, 7 dias por semana, mas você precisa avaliar se vale a pena para o seu caso. Para indústrias com 3 turnos isso pode ser um diferencial, para empresas de serviços ou comércios que trabalham de segunda a sexta, talvez seja exagero.

Emissão de relatórios e reuniões de alinhamento periódicos

Parece óbvio, mas é vital o acompanhamento, por ambas as partes, dos documentos e evidências geradas durante um período de trabalho. Tanto o prestador deve mostrar o resultado dos seus esforços quanto o cliente deveria acompanhar o que ele está fazendo, inclusive com reuniões periódicas.

Esses são os pontos em comum das ofertas profissionais que encontrará no mercado. De forma geral elas lhe servirão de guia para comparar as diferentes propostas. Se tiver alguma dúvida, entre em contato conosco.